Moda e Lifestyle

“NO VAIS”, a marca de cinzeiros e porta-jóias que vais querer conhecer

Se estás a ler estas palavras, mantém-te por aí, porque esta marca vai surpreender.

A marca “NO VAIS” é uma marca, relativamente recente, de cinzeiros e porta-jóias fabricados de forma artesanal. A ideia de criação deste projeto resultou de diversas necessidades. 

Em primeiro lugar, a fundadora, Raquel, quis fortalecer a sua relação com as artes, colocando as suas capacidades artísticas a render. Por outro lado, quis reverter o tédio que começou a sentir durante a pandemia. 

Fotografia cedida pela criadora

Visto que a Raquel está a tirar Mestrado, encontrou na “NO VAIS” uma forma de espairecer dos estudos e de pagar as suas contas, visto que a sua área profissional, Egiptologia, não o permite.

E, assim, no dia 7 de março surgiu a “NO VAIS”!

PORQUÊ ESTE NOME?

Definido como criativo, a Raquel conta que queria que o nome fosse bastante pessoal,  em vez de ter um conceito por trás, de forma a que pudesse ter sempre a liberdade de poder fazer o que quisesse dentro do projeto. E, visto que o seu apelido e alcunha é Novais, achou que não havia nada melhor do que se manter simples e direta: um projeto de peças em barro feitas pela Novais.

A criadora conta que a maioria das peças são personalizáveis, ou seja, o processo de criação começa na ideia proposta pelo cliente – estejamos a falar do tamanho, formato, cores e elementos. Numa segunda fase, procede à recolha de inspiração necessária para a execução das peças.

É a partir deste momento que começo a pôr mãos à obra!”, diz.

Em primeiro lugar, faz o desenho. Depois, molda em barro ou massa de moldar. Em terceiro lugar, deixa o barro secar, durante dois ou três dias, e, depois disso, coze no forno, criando uma camada de acabamento. De seguida, lixa o barro para ficar bonitinho, pinta com as tintas acrílicas e enverniza com verniz vitrificador. Deixa a secar durante um dia. Finalmente, coloca a resina epóxi e deixa secar durante 48 horas.

Relativamente ao embalamento/packaging, considera ser uma das suas partes preferidas. O envio é feito pelos CTT, sendo que demora cerca de três dias úteis a chegar. A criadora também entrega em mão na zona de Almada.

Assim, cada peça demora cerca de uma semana a ser produzida. 

DÁ PARA ACREDITAR??

Não percas pitada da execução das peças, acompanha-a no TikTok!

PREÇOS??

Relativamente ao preço das peças, este varia dependendo da escolha do cliente que pode escolher entre: 

Peças relativas ao caso 1. Fotografia cedida pela criadora

1. Peças base (boobs, tetas, smile, alien) em que o cliente pode personalizar apenas a cor; 

2. Peça personalizada em que o cliente escolhe o tamanho, formato e cores/elementos. 

Tendo isto em conta, as peças-base custam 13€ e as peças personalizadas entre 15€ e 20€.

Em relação aos portes, podes: 

1. Escolher entrega em mão na zona de Almada, o que é totalmente gratuito;

2. Escolher envio por CTT Correio Normal, que custa 1,50€; 

3. Escolher envio por CTT Correio Registado, que custa 3,50€ e possibilita-te seguir o número da encomenda, ficando garantido que esta não é extraviada.

QUERO COMPRAR UMA PEÇA, COMO FAÇO?

Se queres comprar uma peça, basta enviares uma mensagem privada para a página de Instagram, pelo TikTok ou um e-mail e apresentares a tua proposta, para definir o preço e calendarizar a entrega da tua encomenda.

Para além disto, e uma vez que se tratam de peças personalizadas que demoram cerca de uma semana e meia a serem produzidas, e devido ao facto de a procura ser elevada, a criadora recomenda que o contacto seja feito com a maior brevidade possível, para que a vossa encomenda esteja pronta quando desejam.

Inspira-te,

Faz já a tua. NO VAIS arrepender-te!

Imagem de capa: Fotografia cedida pela criadora

Artigo revisto por Beatriz Campos

Avatar

Sempre quis pilotar aviões, mas a vida mudou-lhe os planos e descobriu o prazer na escrita. Movida a desafios e curiosidade, a Mariana adora correr, meditar e trabalhar em multimédia. Pensa no futuro mas vive muito o presente, confia na vida e sabe que vai ter sempre um lugar para a escrita. Nasceu em Lisboa mas vive nas Caldinhas, “o oeste é vida”, garante. Perde-se no mar, mas o surf dá-lhe vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *