• Artes Visuais e Performativas

    Paus na sexualidade

    Não é preciso sermos uma árvore para sabermos o que é um Pau Duro com Coração Mole, ou um pau mole de coração duro. Em muito estes trocadilhos, e não falando de galhos, transmitem os modos como podemos encarar uma atração. Assim, na exposição “ Pau Duro Coração Mole “ encontramos excertos de algo que nos é tão familiar como o sexo e o amor. Ao que cada série poderia ser considerada arte erótica e simultaneamente não o é, uma vez que não apela apenas à imagem como estímulo sexual mas como estímulo do que é ser sexual e de como é encarada a sexualidade. Os quatro artistas, são artistas…

  • Artes Visuais e Performativas

    Os negros – Teatro São Luiz

    Negro, preto, sujo, seboso, mal cheiroso, nojento, rude, sem maneiras. Negro como o carvão, o alcatrão, a graxa. Negro com o seu cheiro, com as suas coxas dançantes, com os seus corpos de pecado. Será que é assim que o “mundo branco” via e ainda vê os negros? O Teatro São Luiz vê, com o cair da noite, a entrada de 13 atores cuja pele é espelho do céu escuro e denso. Uma adaptação de “Le noir” de Jean Genet esteve em cena desde dia 5 de outubro e reuniu uma plateia tanto branca como negra, ao longo dos dez dias de exibição. A obra é de uma interpretação tão…

  • Artes Visuais e Performativas

    A Arte da Fome

    Dois homens em cena, uma enorme capacidade de interpretação, uma luz da moda da Primark a centro do palco e uma sala cheia, ao ponto de dizerem à entrada “Sente-se onde quiser”. O ambiente não poderia ser mais apropriado à compreensão e empatia gerada pelos três contos kafkianos, “O Primeiro Sofrimento”, “Josefine, a Cantora ou o Povo de Ratos” e “Um Artista da Fome”. No modesto palco do teatro São Luiz estes contos ganharam vida, numa devoção à arte quer das personagens, quer dos atores. O trapezista, numa presença etérea representado por um feixe de luz, transmitia ainda assim o seu perfeccionismo e peculiaridades. A encenadora, Carla Bolito escolheu a…

  • Artes Visuais e Performativas

    Agenda Cultural – Agosto

    No mês de agosto (quase) todos vão de férias! Vai a palidez de quem esteve encarcerado a trabalhar ou estudar, vão as pessoas para as “terrinhas”, o estrangeiro para o Sul e vai também (até setembro) a tua Magazine. No entanto, preparámos propostas para criares experiências únicas e aproveitares da melhor forma os dias compridos e solarengos de Verão. Decorre na Galeria do Torreão Nascente da Cordoaria Nacional uma exposição a não perder! É única não por ser um dos mais icónicos artistas surrealistas, mas por transcender a típica experiência de uma exposição, sendo mais que isso, uma instalação que permite viver as obras de Vincent Van Gogh com todos…

  • Artes Visuais e Performativas

    Agenda Cultural Julho 2017

    Entre as nuvens de exames, recursos e um mês de Maio exaustivo surge, como um raio de Sol, Julho. Neste mês espera-nos calor, tempo livre, festivais de Verão, mas também oportunidades de cultivar o nosso lado mais cultural. Se já partiste em viagem para umas férias nacionais, vais gostar de saber que de Norte a Sul, Portugal volta a ser um museu aberto a partir de 2 de julho com entradas gratuitas todos os domingos até às 14h00. Já por Lisboa também se viaja: o primeiro destino é “O mundo fantástico de Paula Rego” no Centro Comercial Colombo, inaugurado dia 27 de junho e patente até 27 de setembro. A…

  • Artes Visuais e Performativas

    “A juventude também escreve… e bem”

    Nascido em Lisboa, no ano de 1995, João Gomes emigrou para a Suíça aos 11 anos, tendo regressado à nação que o vira nascer apenas três anos depois. Passando por um período de reajustamento à língua materna após a aventura francófona, este descobriu gostar de escrever. Reúne no papel desde esse momento uma imensidão de ideias, acabando por publicar a sua primeira obra no passado mês de fevereiro, “O Cinzento Renascimento de Gonçalo Jaime”. Estive à conversa com ele na residência do mesmo, na região do Ribatejo. “Os escritores são sempre considerados criativos, mas o bacano que criou a roda é que é. Já agora, espero do fundo do meu…

  • Artes Visuais e Performativas

    Destruir para renascer

    No âmbito da agenda cultural de Lisboa Capital Ibero-americana de Cultura 2017, foi feito um convite à dupla cubana Los Carpinteros: inaugurar a antiga Carpintaria de São Lázaro como um novo espaço de criação e exposição de Arte contemporânea. Assim, como que um retomar das atividades exercidas naquele local, “carpinteiros” construíram não mobiliário mas uma instalação representando o processo de criação. A luz que irrompe pelas amplas janelas do local mostra-nos no chão sombras da destruição, os fragmentos revelam texturas por entre os tons neutros e mesmo à distância despoletam uma viagem sensorial. Vemos e ouvimos além da amálgama cultural do Martim Moniz e o movimento da cidade. Sentimos a…

  • Artes Visuais e Performativas

    Mulheres de Atenas

    No nosso vizinho Teatro Turim, surge uma produção do grupo MOB, a peça “Mulheres de Atenas”. A peça exibida nos dias 7 a 9 de Abril aborda uma temática que transpõe o tempo. Assim, neste que é o mês da liberdade e após um março marcado pela tensão pela luta dos direitos da mulher, a arte é uma vez mais veículo de uma mensagem de libertação e atitude. A ação da peça decorre naquela que foi conhecida como Guerra Mundial da Antiga Grécia – os homens de Atenas forçadamente alistados abandonavam mulheres, mães, noivas e amantes. A mulher era vista aos seus olhos como um ser passivo, de “forças tão…

  • Artes Visuais e Performativas

    Leonel Neves, «o senhor das artes e dos ofícios»

    Estamos numa quinta. O grande portão verde abre-se de forma quase automática, fazendo ecoar um som que se assemelha ao ranger dos dentes de uma criança. O espaço é amplo e frio, mas as paredes são preenchidas por pequenas prateleiras, encaixadas lado a lado, que suportam as imensas ferramentas. Ouve-se música clássica. No centro, a raiz de uma árvore transformada em escultura. Ao lado, um homem sentado numa cadeira de baloiço: é Leonel Neves, o artista da madeira, do ferro e da pedra. De sorriso difícil e filosofia complexa, Leonel movimenta-se na estrutura de ferro que o próprio criou há meses. Apresenta-se como «o senhor das artes e dos ofícios».…

  • Artes Visuais e Performativas

    Agenda Cultural

    Abril chega e, com ele, o sol quente e os dias mais longos. Por isso, o mínimo que podes fazer é sair e ir ver coisas. Há tanto por onde escolher. A tua magazine não te deixa sozinho e dá-te umas dicas! Assiste a «Loucos por Amor», até ao dia 16 de abril, no Comuna Teatro de Pesquisa. Com Orlando Costa, João Catarré, Iolanda Laranjeiro e Frederico Amaral a compor o elenco, esta é uma peça que promete fazer-nos pensar em conceitos como a família, a traição e a dependência. Apressa-te. Até ao dia 9 de abril, podes visitar «Lick My Legs», na Shiki Miki Gallery, na Rua do Conde,…