• Atualidade,  Informação

    Suspeito de ligações aos atentados de Paris preparava novo ataque

    As autoridades francesas anunciaram esta quinta-feira que Reda Kriket foi formalmente acusado pela procuradoria por estar a preparar um atentado terrorista. Este homem, de nacionalidade francesa, tinha já sido detido em Paris há uma semana devido a suspeita de ligação aos atentados de novembro, na capital francesa, e também aos atentados de Bruxelas, que ocorreram no presente mês de março. Aquando da sua detenção, foi revelado que o homem tinha em sua posse uma “quantidade sem precedentes de armas” e que estava a planear um ato de “extrema violência”. No apartamento que tinha em Argenteuil, a polícia encontrou sete armas de fogo, cinco carabinas, químicos, passaportes falsos, dois computadores que…

  • Opinião,  Secções

    Olho por olho e dente por dente?

    “Cabe a Deus perdoar os terroristas, mandá-los até Ele cabe-me a mim”. Esta frase foi falsamente creditada a Vladimir Putin. A pivot responsável logo admitiu que retirou a citação do Facebook e pediu desculpa por não ter verificado a veracidade do que anunciou como “notícia”. No entanto, não deixa de ser uma boa frase para ponderar o que pode ou vai ser feito daqui para a frente. Existe, obviamente, uma relação de proximidade natural no que toca a sentimentos de vingança. Dias antes dos atentados em Paris morreram 40 pessoas no Líbano à conta de um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico (EI). Na Europa não houve silêncio. Mas, se pensarmos…

  • Opinião,  Secções

    As pequenas coisas inexplicáveis

    Estou a escrever-vos algures entre Coimbra e Celorico da Beira. Não posso precisar o lugar porque o comboio continua a andar e eu a escrever. Passou mais um mês e, por isso, estou de regresso a casa. (Quando lerem isto estou a regressar a Lisboa, mas isso não importa). Há uns dias, Paris foi alvo de vários atentados terroristas. Sempre que há um atentado há também uma parte de mim que treme. Em 2001, vi as notícias do atentado às Torres Gémeas sentada no chão da sala, rodeada de bonecas, com a minha bisavó em choque. Como é que se explica aquilo a uma miúda que ainda não tem sete…

  • Atualidade,  Informação

    Madrugada inquieta França e restante Europa

    A madrugada de quarta-feira, 18 de novembro, trouxe à memória recente dos franceses o som de balas e explosões. Saint-Denis acordou sob um tiroteio entre forças francesas e os suspeitos dos atentados de Paris. Foi nos arredores de Paris, em Saint-Denis, que a polícia francesa detetou o grupo de suspeitos dos atentados da passada sexta-feira, 13 de novembro, em Paris, que vitimou 129 pessoas e feriu cerca de 350. Para além dos jihadistas, que se encontravam num edifício, estava também presente no local uma mulher que se fez explodir com a ajuda de um cinto de explosivos. A esta morte junta-se a de outro membro da organização e a detenção…