• Capital

    Destino ERASMUS: Lisboa

    Na zona mais oeste da Península Ibérica, escondida atrás das águas do caudaloso rio Tejo, encontra-se uma emblemática cidade que José Maria Echegaray nos dá a conhecer: Lisboa. O estudante espanhol relata a experiência de outros estudantes ERASMUS e mostra que amar a capital lusitana não é algo exclusivo dos cidadãos portugueses!

  • Made In ESCS

    Do mundo para a ESCS: Sandra Reboreda

    Em Lisboa, desde setembro do ano passado, Sandra Reboreda saiu de Mondariz, a cidade espanhola onde nasceu, e rumou à capital portuguesa. Para trás ficou a Universidade de Santiago de Compostela. Numa pequena entrevista revelou-nos um pouco da sua jornada na ESCS, da estada em Lisboa e não deixou de dar alguns conselhos aos futuros candidatos a Erasmus! Por que razão escolheste a ESCS? Na verdade, não foi bem escolher a ESCS. Primeiro escolhi o país, depois a cidade e finalmente a ESCS porque era a única instituição que tinha acordo com a minha universidade. Escolher Portugal foi fácil porque gosto do país desde pequena e tem a vantagem de…

  • Capital

    De Istambul para Lisboa: Erasmus na ESCS

    Depois de ter passado cinco meses na Turquia de Erasmus, na Universidade de Maltepe, decidi aceitar a sugestão de uma amiga e participar no programa Buddy Erasmus, recebendo e ajudando estudantes de outros países na ESCS. A Selin e a Janset são da Turquia, estudantes de jornalismo na Universidade de Istambul. Chegaram em setembro de 2016, foi a sua primeira em Portugal e descrevem a sua experiência no nosso país como tendo sido completamente diferente da realidade delas. Em todas as minhas experiências internacionais sou muito crítica e opinativa sobre o país, a cultura e gastronomia e por essa razão foi interessante vê-las fazer o mesmo. Sempre que falam de…

  • Made In ESCS

    Um Novo Capítulo

    Na passada sexta-feira, os alunos de diferentes nacionalidades reuniram-se na sala onde estabeleceram o primeiro contacto com aquela que será a sua morada académica no próximo semestre. Nas palavras que ecoaram sobre as paredes, notou-se a determinação e entusiasmo por estarem a estudar aquilo que lhes dá mais prazer num sítio tão emblemático como Lisboa. Na perspetiva de uma aluna de nacionalidade ucraniana, registámos que a maior barreira que este país impõe é a sua língua; contudo o desejo de a aprender é monumental. Em contraste, alguns alunos, como uma aluna da República Checa, descreveram como vantajosos o custo de vida desta cidade e as condições meteorológicas e revelaram vontade…

  • Atualidade,  Informação

    Número de estudantes estrangeiros em Portugal dispara

    É constante ouvir-se dizer que há um português em cada canto do mundo, mas com os números que se seguem pode-se também dizer que há quase todos os cantos do mundo em Portugal. Nas Universidades e Politécnicos do nosso país, quase 200 nacionalidades estão representadas entre os cerca de 34 mil alunos estrangeiros no ensino superior. Um número que representa um aumento de 74% em relação ao ano letivo de 2009/10, data a partir da qual se obtém os dados mais recentes. O ensino público é o setor que absorve a maior fatia deste crescimento: do total lançado, perto de 27 mil estudantes procuraram as instituições públicas para seguir o…

  • Capital

    Implicitamente, comunicativos

    Sou estudante, sou escsiana e isso, implicitamente, torna-me comunicativa. Vim para a capital de forma a conseguir absorver oportunidades de perto e, quando vos falo em oportunidades, não digo apenas a nível académico. Falo sim de oportunidades que nos fazem crescer como pessoas, porque antes de qualquer formação profissional vem sempre uma boa formação pessoal. E sem dúvida que um grande passo para isso é sairmos da nossa zona de conforto; talvez seja até gigantesco, quando não são apenas 5 dias ou uma diferença de 5 km. Um passo que compensa proporcionalmente o seu tamanho, porque quanto menos limitarmos a distância, mais fronteiras abrimos. No entanto, a descoberta, apesar de…