• Opinião,  Secções

    Carta ao Pai Natal

    *BFF é a sigla que corresponde à expressão inglesa Best Friends Forever. Em português a expressão traduz-se em Melhores Amigos Para Sempre.* 18 de Dezembro de 2015, Lisboa   Querido Pai Natal, Tudo estava a correr bem lá na Assembleia. Eu e o meu BFF Pedrinho estávamos a ganhar muito boas notas graças ao Orçamento de Estado para 2015. Os nossos coleguinhas tinham inveja do nosso projeto “Portugal à Frente”, mas não fazia mal, porque o Professor Aníbal gostava mais de nós. Depois chegou o nosso novo coleguinha, o Toninho, e eu e o Pedrinho tentámos ser amigos dele. O Pedrinho até lhe cantou a música “Amigos Para Sempre”, que…

  • Atualidade,  Informação

    Jornal de Campanha – 30 de Setembro de 2015

    O candidato do Partido Unido de Reformados e Pensionistas (PURP), António Mateus Dias, apelou esta quarta-feira aos idosos para “abrirem os olhos” e não caírem nas “promessas falsas” dos principais partidos. Numa acção de campanha em Alcântara, o líder do partido disse à Lusa que, do contacto que tem tido com as pessoas, “há muita gente descontente e que quer uma mudança”; “pensamos que alguma coisa irá acontecer”. Ainda por Lisboa, o líder da Coligação Democrática Unitária (CDU), Jerónimo de Sousa, afirmou que quer evitar falar do PS para não lhe provocar “nervos” antes da eleições. “Não vou falar do PS outra vez, depois vocês transmitem isso e o António…

  • Atualidade,  Informação

    Jornal de Campanha – 28 de Setembro de 2015

    Jerónimo de Sousa, líder da Coligação Democrática Unitária (CDU), esteve esta segunda-feira no Porto, num encontro com intelectuais e artistas, onde adiantou aos jornalistas que a proposta fiscal do relatório da União Europeia é “mais um aumento de impostos” e “mais uma forma de empobrecer quem trabalha” para Portugal. O aumento de impostos sobre o consumo também é “injusto porque tanto paga o rico como o pobre”. O líder da CDU acrescenta que a proposta “não vai directamnete aos salários, mas são rendimentos dos trabalhadores e das populações que acabam por ser afetadas com uma falsa igualdade”, pois trata-se de “mais uma distorção do que deveria ser uma política fiscal”…

  • Informação

    SMS da discórdia

    Paulo Portas enviou o seu pedido de demissão a Passos Coelho através de uma mensagem escrita enviada por telemóvel. António Costa enviou uma SMS a um membro da direcção do Expresso em resposta a um artigo de opinião. A revelação feita pela biografia autorizada pelo primeiro-ministro provocou mais um abanão nas relações entre a coligação e a mensagem de demissão irrevogável foi prontamente desmentida pelo CDS, apesar do partido de Portas considerar este um “não assunto”. Ainda sobre este livro se veio a conhecer mais uma polémica: Dias Loureiro é sócio da Alêtheia, a editora que publicou o livro. As relações de Passos Coelho com o ex-líder da Sociedade Lusa…

  • Informação

    Há novas regras na atribuição de vistos Gold em Portugal

    O Governo vai incentivar os investidores a apoiarem a investigação científica, a produção cultural, a recuperação e manutenção de património nacional, ou obras de reabilitação urbana, em troca de uma autorização de residência em Portugal. As principais alterações ao modelo foram apresentadas esta segunda-feira pelo vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, numa conferência de imprensa. Depois de toda a polémica com os vistos Gold, num processo que envolve altas figuras do Estado, e alegados crimes de corrupção e de tráfico de influências, o Governo quer transmitir a mensagem de que, a haver uma situação de crime, é um caso isolado, e que o modelo dos vistos Gold não pode ser considerado, por si…

  • Opinião

    Portugal: estado não laico ou estado não laico?

    O tempo passa a correr e, sem darmos por ele, já começamos a ver uns enfeites de Natal aqui e ali e o ano de 2014 a chegar ao fim. Mais um ano que passou e mais um ano sem quatro feriados que não têm data prevista de regresso. Esta medida, introduzida pela maioria PSD/CDS, foi algo que me deixou com vontade de dar uma chapada ao Sr. Passos Coelho e uma outra ao Sr. Paulo Portas. Primeiro: a forma como foram retirados os feriados foi a melhor? Segundo: Estará mesmo a valer a pena? Foi em 2012 que o governo de Passos Coelho confirmou a abolição de quatro feriados…