• Atualidade

    Costa demite-se se o Orçamento de Estado não for aprovado

    Primeiro-Ministro garante que sem o orçamento de 2019 não tem condições para se manter no cargo e coloca pressão sobre a esquerda. Líder Socialista aproveitou para elogiar geringonça e garante que acordo  é para manter negando a vontade de um bloco central com o PSD. Para António Costa “equipa que ganha não se mexe”, o primeiro-ministro aproveitou o uso de uma fórmula do vernáculo futebolístico para garantir que o acordo à esquerda é essencial, segundo o mesmo, para o “sucesso do país”. Numa entrevista ao Diário de Notícias, o líder do partido Socialista indicou que sem a aprovação do orçamento de estado de 2019 não há condições para continuar à…

  • Atualidade

    Programa de Estabilidade cria tensão na geringonça

    Em causa está a meta do défice de 0,7% para 2018 defendida pelo governo. Bloco de Esquerda pretende o défice nos 1,1% e quer o reforço do investimento público. Documento é debatido a 24 de abril na Assembleia da República. A intenção do ministro das finanças, Mário Centeno, em cumprir as metas orçamentais exigidas pela Comissão Europeia, presentes no tratado orçamental (que o BE e o PCP sempre recusaram, mas com que o PS se comprometeu) gerou um claro desconforto na maioria parlamentar de esquerda que suporta o executivo de António Costa. Em causa está a regra que implica uma redução anual no défice de 0,25% do PIB (produto interno…

  • Atualidade

    Motociclistas entregam manifesto no Manifesto e obtêm apoio do PCP

    Milhares de motociclistas concentraram-se, a 18 de fevereiro, em frente à Assembleia da República, em Lisboa, onde entregaram um manifesto aos representantes dos partidos. Este surge como resposta à nova medida, com entrada em vigor em junho deste ano, que irá obrigar a que todas as motas sejam inspecionadas periodicamente. No dia 18 de fevereiro de 2018, foram vários os motociclistas que se concentraram em frente à Assembleia da República, em Lisboa, de modo a entregar um manifesto, cuja frase de destaque era “As vítimas na estrada não podem ser usadas para justificar a implementação de medidas que nada têm a ver com as causas dos seus acidentes”. Isto depois…

  • Atualidade

    PS, PDS e CDS chumbam o pagamento das horas extra

    Na passada sexta-feira, os três projetos de lei apresentados pelo Bloco de Esquerda, PCP e PAN para a reposição dos valores de pagamento do trabalho suplementar e do tempo de descanso compensatório foram chumbados pelo PS e pelos partidos de direita no Parlamento. Os projetos de lei em causa referem-se à revisão de 2012 do Código do Trabalho feita pelo Governo anterior, na qual o pagamento do trabalho suplementar foi reduzido para metade. Antes da votação, Carla Barros (PDS), António Carlos Monteiro (CDS) e Carla Tavares (PS) demonstraram, no debate, a intenção de votar contra as propostas, o que se refletiu na votação. A deputada do PS não votou no…

  • Atualidade

    Moção de censura apresentada pelo CDS-PP chumbada

    A moção de censura ao Governo apresentada pelo CDS-PP foi esta terça-feira rejeitada na Assembleia da República com os votos contra do PS, BE, PCP, PEV e PAN. Só os centristas e o PSD votaram a favor. A moção de censura ao Governo apresentada pelo CDS-PP foi chumbada esta terça-feira no Parlamento – só o PSD e o CDS-PP votaram a favor. Esta foi a primeira vez que o XXI Governo Constitucional, encabeçado por António Costa, foi confrontado com uma moção de censura desde que entrou em funções – em novembro de 2015. No debate da moção de censura – que durou cerca de três horas e meia – a presidente do CDS, Assunção Cristas, afirmou que o…

  • Grande Entrevista

    “Os avanços que este Governo tem feito são insuficientes”

    São já 69 anos de idade e 42 de carreira política. De rosto marcado e mãos calejadas, o homem que “não teve tempo para ser menino” mostra as cartas do jogo político de um partido que tem fama de ser fechado. Depois de uma primeira parte focada no lado pessoal, eis a visão política da atualidade sob os olhos de Jerónimo de Sousa, secretário-geral do Partido Comunista Português. Da “geringonça”, passando pela eutanásia, até às propinas. Tudo aos ouvidos da ESCS MAGAZINE, na segunda parte desta Grande Entrevista. O início da carreira política de Jerónimo de Sousa, na Assembleia Constituinte | SÁBADOPassou quase um ano e cinco meses desde os…

  • Grande Entrevista

    “Não sou eterno. Quando os meus camaradas quiserem, eu saio”

    Estava sentado à secretária quando entrei no seu gabinete. Tímido e de simples blazer vestido, recebeu-me no Parlamento para uma entrevista que fez viajar até ao passado, com os olhos no futuro. Na primeira de duas partes desta Grande Entrevista poderás conhecer melhor o homem que não gosta de ser chamado “doutor”: Jerónimo de Sousa, nascido em Pirescoxe em 1947, e secretário-geral do Partido Comunista Português há quase 13 anos, mostrou à ESCS MAGAZINE o seu lado mais pessoal. Eis o seu percurso, passando pela fuga à prisão, até ao possível fim da sua carreira política. Começou a trabalhar aos 14 anos como um “humilde” operário metalúrgico. Como é que…

  • Atualidade

    Propinas mal pagas há 14 anos

    Um erro na interpretação da lei 37/2003, alusiva às propinas académicas, fez as propinas estarem a ser mal pagas já há 14 anos. A Federação Académica do Porto detetou o erro na lei 37/2003, que define o valor mínimo e máximo de propinas regulado pelo Índice de Preços no Consumidor. Afinal, este índice está a ser calculado noutro indicador que não inclui um importante elemento: a habitação. O verdadeiro valor é calculado pelo Índice de Preços no Consumidor Global e apresenta uma diferença de 114 euros em relação ao valor atual. Assim, o valor cobrado deveria ser de 949.32 euros, em vez de 1063.47 euros (aproximadamente). No mesmo dia em…

  • Atualidade

    Governo discute possível aumento das pensões mínimas

    O Governo negoceia um aumento extraordinário das pensões mínimas entre os cinco a seis euros por pensionista. O alvo são pensionistas com rendimentos de pensões até 275 euros. As pensões mínimas até aos 275 euros deverão sofrer um aumento no ano que vem. A medida está a ser negociada entre Governo, PCP e BE. O aumento não deve, no entanto, ultrapassar os 5/6 euros e aplicar-se-á a cada pensionista e não a cada pensão, para que quem receba mais do que uma pensão não saia beneficiado. Esta medida abrange cerca de um milhão de pessoas com pensões rurais, de viuvez e as atribuídas a pessoas com carreiras contributivas curtas. Já…

  • Atualidade,  Informação

    PCP propõe congelar as propinas e suspender as sanções no ensino superior

    Após o anúncio de que os valores das propinas iriam subir tendo em conta o valor da inflação e do salário mínimo, o PCP vai apresentar um projeto de resolução que recomenda ao governo a manutenção do valor das propinas do Ensino Superior no próximo ano letivo (2016/2017). Além disso, propõe também “a isenção do pagamento de propina para estudantes beneficiários da ação escolar” e a “reposição do anterior regime sancionatório do não pagamento da propina”. Segundo o deputado Miguel Tiago, o que o PCP pretende é a discussão do diploma aquando do debate temático do próximo dia 10 de fevereiro, incluído na reunião plenária e a pedido do PS,…