Media

The Wilds: Uma questão de sobrevivência

A nova série teen da Amazon Prime estreou no passado dia 11 de dezembro e conta com apenas dez episódios. Embora The Wilds esteja a ser um tremendo sucesso no estrangeiro e tenha uma grande aprovação da crítica, a verdade é que em Portugal esta série está a passar completamente despercebida.

Fonte: Amazon

The Wilds tem uma premissa inicial muito semelhante à icónica série Lost. É que tudo começa com um acidente de avião, mas, neste caso, as sobreviventes são um grupo de jovens raparigas. A luta pela sobrevivência na ilha deserta e os problemas que vão enfrentar fazem com que as oito naufragas se comecem a conhecer melhor, muito embora continuem sempre a discutir intensamente, porque são muito diferentes. De qualquer forma, há algo neste drama que torna tudo ainda mais interessante… a queda do avião não foi um acidente e elas não estão ali por acaso…

Mas, afinal, quem são estas personagens? Vou contar-te um pouco mais sobre elas, deixando, desde já, a ressalva de que não existe uma protagonista fixa. Os episódios vão sendo narrados por algumas delas que nos contam os seus problemas pessoais e o que as motivou a embarcar naquela maldita viagem.

Jeanette Dao (Chi Nguyen)

Fonte: Amazon

De Jeanette não há muito a dizer. Talvez porque acabamos por não a conhecer muito bem. Apaixonada por música pop, principalmente pela cantora Pink, é uma rapariga sempre divertida e alegre, o que deixa o espetador desconfiado de que possa estar a esconder alguma coisa.

Shelby GoodKind (Mia Healey)

Fonte: Amazon

Shelby é aquela personagem que tem um otimismo nato, mesmo quando tudo parece correr mal. É a miúda popular da escola e vencedora de diversos concursos de talentos. Tenta sempre manter a união e o espírito de equipa entre todas as raparigas da ilha. Com uma família extremamente religiosa, acaba por considerar a homossexualidade um tabu… até que percebe que talvez não seja bem assim.

Leah Rilke (Sarah Pidgeon)

Fonte: TV Line

Leah é a personagem que narra o primeiro episódio. Madura para a idade, é uma rapariga amargurada e algo obcecada com o fim da relação que vivia com um homem bem mais velho que ela. Na ilha revela-se uma jovem astuta, mas também solitária, desconfiada e bastante lunática. Muitos dos grandes conflitos são iniciados por ela.

Esta é, sem dúvida, a personagem com mais destaque ao longo da série. Sente-se que os seus criadores queriam que ela ganhasse a empatia do público, mas não foi isso que aconteceu. Leah é, sem dúvida, a rapariga mais irritante da ilha e ninguém tem paciência para os seus dramas.

Fatin Jadmani (Sophia Ali)

Fonte: Amazon

A melhor personagem, sem qualquer tipo de dúvidas. Com uma personalidade peculiar e preferências de moda bastante ousadas, Fatin também não tem qualquer receio de assumir a sua promiscuidade. Devido à sua facilidade incrível para escapar às tarefas diárias na ilha, as outras acabam por achá-la uma preguiçosa do pior, mas não poderiam estar mais erradas.

Rachel Reid (Reign Edwards) e Nora Reid (Helena Howard)

Rachel, à esquerda, e Nora, à direita. Fonte: Amazon

Rachel e Nora são irmãs e as únicas raparigas que fazem parte da mesma família, mas isso nem sempre ajuda a que a estadia na ilha seja mais fácil. São muito diferentes, passando grande parte do tempo nas típicas guerrinhas de irmãs. Rachel é uma mergulhadora que sonha competir nos jogos olímpicos. Motivadora e uma líder nata, tenta sempre levar a dela avante. Nora é exatamente o oposto. Uma rapariga muito franzina que não tem qualquer tipo de gosto por desporto. A típica miúda introvertida que tem dificuldades em conviver em grupo.

Dot Campbell (Shannon Berry)

Fonte: Amazon

Uma rapariga cheia de atitude e viciada em programas de sobrevivência. É a mais experiente do grupo no que toca a lidar com situações limite. Sempre que é preciso tomar qualquer decisão, é a ela a que as outras recorrem. No fundo, as outras encaram-na como a líder do grupo, mesmo que ela não tenha bem essa perceção.

Toni Shalifoe (Erana James)

Fonte: Amazon

Rebelde, com pavio curto, agressiva e desconfiada. É assim que Toni é durante grande parte dos seus dias. Só a sua grande amiga Martha, que também está na ilha, parece trazer ao de cima o seu lado mais divertido e amoroso.

Martha Blackburn (Jenna Clause)

Fonte: Amazon

Quieta e misteriosa, Martha gosta de estar no seu canto e, talvez por isso, o espetador também não conheça tanto esta personagem. Extremamente ligada aos animais e à natureza, terá que ir contra os seus princípios para conseguir garantir que o grupo sobreviva.

Fonte: NBC News

A abordagem individual das personagens, no contexto da sobrevivência, é muito interessante, mas a sororidade existente entre elas é o principal ponto de destaque. Este tema, muito presente, mostra que o discurso de empoderamento feminino está cada vez mais presente na nossa sociedade e tem cada vez mais importância.

Com o consenso do facto de ser um thriller viciante que captura a essência da vida daquelas adolescentes, The Wilds é considerada uma série imperdível e foi recentemente renovada para a sua segunda temporada.

Na minha opinião, The Wilds é uma série com muito potencial, mas também muito confusa. Terminamos a primeira temporada sem conseguir responder a muitas questões e cada vez com mais dúvidas. Considero que o ideal neste tipo de séries é esperar que a próxima temporada estreie, para, depois, ser possível ver tudo de seguida e compreender perfeitamente o que se passou. Para terminar, deixo-te aqui o trailer de The Wilds:

Artigo corrigido por: Adriana Alves

Fonte da foto de capa: Adoro Cinema

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *