Capital

Uma Lisboa Cinematográfica

Mais antigos ou recentes, mais de 20 mil filmes já tiveram Lisboa como palco a certo ponto. A diversidade arquitetónica e os séculos de tradição são o fundo perfeito para muitos filmes internacionais que a ESCS Magazine te vai apresentar! Que tal uma sessão de filmes durante o confinamento e passeios pelos sítios neles retratados quando as restrições levantarem?

#1 “Comboio Noturno para Lisboa” (2013)

Fonte: Gazeta da BPE

Começamos com “Comboio Noturno para Lisboa”, filme baseado no livro “Nachtzug nach Lissabon”, de Pascal Mercier e coproduzido pela Alemanha, Suíça e Portugal. A trama começa quando Raimund Gregorius salva, em Berna, na Suíça, uma portuguesa prestes a atirar-se de uma ponte. A mulher pede a Raimund para a seguir, mas acaba por fugir, deixando para trás o seu casaco, no qual o personagem principal encontra o livro “Um Ourives das Palavras”, de Amadeo de Almeida Prado (poeta português durante a época salazarista), e um bilhete de comboio com destino a Lisboa. Raimund encontra neste título respostas a diversas questões recorrentes na sua vida e que iniciam a sua busca pelo autor que, sem que Raimund saiba, faleceu 30 anos antes. Apesar disto, o filme retrata a busca por respostas e a descoberta do outro e de si próprio, com cenas passadas no Cais de Belém, no Cemitério dos Prazeres, na Igreja da Cartuxa, na Estação de Santa Apolónia, entre outros, e conta com a participação de Nicolau Breyner, Beatriz Batarda e Marco d’Almeida.

#2 007 – “Ao Serviço de Sua Majestade” (1969)

Fonte: Trivago

O único filme de James Bond filmado parcialmente em Portugal tem início na Praia do Guincho e passa pelo Zambujal, por Cacilhas, pelo Ribatejo, entre outros. As cenas rodadas em Lisboa retratam, na sua maioria, a relação entre James Bond e a condessa Tracy di Vicenzo. Um dos locais mais associados ao filme é, apesar disto, o Hotel Palácio Estoril, muito visitado por fãs dos filmes. Foi neste hotel que James Bond ficou hospedado e por onde Ian Fleming, criador da saga, passou durante a 2ª Guerra Mundial, onde contactou com redes de espionagem que serviram de inspiração para a criação de 007.

#3 “A Casa dos Espíritos” (1993)

Fonte: GetLisbon

Fãs de Meryl Streep por aí? Baseado no livro do mesmo nome da escritora Isabel Allende, este filme conta as reviravoltas da família Trueba no Chile durante três gerações, mas as gravações foram feitas na Dinamarca e em Portugal. Algumas cenas foram feitas em Lisboa, outras no Monte das Três Marias e em Vila Nova de Milfontes, no Alentejo. Outros nomes como Jeremy Irons, Glenn Close, António Banderas e Winona Ryder também estrelaram o filme que conta com uma família que vive no meio de um contexto de revolução e contrarrevolução que os pode unir ou separar.

#4 “The Promise” (2015)

Fonte: Expresso

As gravações de “The Promise” passaram por Lisboa (no Museu de História Natural) e por Sintra (no Palácio de Monserrate). O filme que se passa durante o Império Otomano conta com Christian Bale e Oscar Isaac como protagonistas: o primeiro como jornalista americano e o segundo como estudante de Medicina. Michael Boghosian (Oscar Isaac), noivo de uma jovem da sua aldeia, viaja até Constantinopla para estudar medicina, mas ali encontra-se com um jornalista norte-americano e a sua namorada e acaba por se apaixonar por esta. Com o ínicio da perseguição das minorias étnicas, é preciso unir forças para sobreviver ao genocídio arménio. Apesar disto, o jornalista é preso pelas autoridades, enquanto o resto do grupo continua a fugir e entra na resistência do Musa Dagh.

Artigo revisto por: Lurdes Pereira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *