• Música

    O caos interior de uma estrela que não dança

    Lembro-me da primeira vez que ouvi a melodia nostálgica das nove faixas que compõem a mixtape de estreia de Abel Tesfaye – o qual o mundo todo conhece como The Weeknd – House of Balloons. Toda a letra, toda a composição instrumental, todo o ambiente daquela casa insuflável era perfeito, o que fez com que todos os que ouviram esta obra prolongassem a estadia por mais duas mixtapes: Thursday e Echoes of Silence. Kiss Land foi o primeiro álbum de estúdio do artista canadiano, que não se desviou muito dos sons aos quais nos tinha habituado, mas não nos convenceu totalmente. Beauty Behind The Madness marcou o início de um…

  • Música,  Secções

    Call me Joanne

    Se fizemos de conta que nunca tinha havido uma Lady Gaga antes de 21 de outubro de 2016, provavelmente este álbum iria ser falado pelos melhores motivos – por ser um grande debut; por ter uma teamwork de sonho (que conta com Mark Ronsom, Kevin Parker, Beck, Father John Misty, Florence Welch, entre outros); ou por conjugar na perfeição vários estilos musicais, compondo um oceano cheio de correntes pop, rock e country. O problema deste álbum, lendo na diagonal as críticas feitas ao mesmo, é esse mesmo: não ser o debut de uma nova-iorquina de trinta anos que sempre foi dona de si mesma, mas sim o quinto de Stefani…

  • Capital,  Sem Categoria

    Web Summit – Dia 0: Lisboa entrega a chave da cidade ao empreendedorismo

    Passavam quinze minutos das dez da manhã, quando as portas para o registo de todos os participantes – 53 mil, entre os quais 15 mil empresas, sete mil presidentes executivos, e setecentos investidores, de 166 países – da oitava edição da Web Summit, que se realiza pela primeira vez (de três) em Lisboa, dividida entre a FIL e a MEO Arena, no Parque das Nações, se abriram. A equipa de voluntariado – que tem mais de dois mil elementos – deu conta da situação, controlando as entradas da multidão. No entanto, só um pouco depois das 18h30 (com atraso, não fosse este um evento organizado em Portugal), é que ouvimos…

  • Música,  Secções

    Capitão Fausto: Fazer música até o último dia estar contado

    Com um novo álbum, Capitão Fausto Têm os Dias Contados, editado no passado dia 15 de abril, os Capitão Fausto vieram até à Escola Superior de Comunicação Social para falarem com a tua Magazine sobre este trabalho. Com os concertos na Casa da Música e no Lux, com uma das datas já esgotada (não sei se a outra está prestes a esgotar [viria a esgotar])… Tomás: Está já bem encaminhada. Francisco: Mais de metade está cheio. Como foi ver que o público reagiu tão bem ao regresso dos Capitão Fausto e que esgotaram uma data antes de lançarem o álbum? Tomás: É muito agradável, mete um sorriso na cara. É…

  • Música,  Secções

    O Brasil é pequeno para uma Karol gigante

    Já anda nisto desde os seus 16 anos, quando ganhou um concurso de rap, mas parece que no ano passado o Brasil “tombou” ao som da genialidade musical de Karoline de Freitas Oliveira, ou, como é conhecida, Karol Conka. O seu single “Tombei”, uma colaboração com a dupla eletrónica brasileira Tropkillaz, invadiu as rádios nacionais e levou Conka para outro patamar: o de ser considerada uma das grandes figuras do rap brasileiro, o que a leva a viajar pelo mundo, para divulgar os seus trabalhos (esteve em Lisboa na edição do Vodafone Mexefest do ano passado, e quem teve a oportunidade de assistir ao espetáculo, garante que não se esquecerá…

  • Música,  Secções

    Villa Soledade: e o céu explodiu.

    Foi enquanto quarteto que os Sensible Soccers se fizeram ouvir a partir de Vila do Conde para Portugal inteiro, tornando-se uma das bandas mais importantes e refrescantes do panorama musical nacional. Se “Sofrendo Por Você” foi o som pré-LP mais sonante do grupo que cativou a atenção de alguns, o álbum de estreia “8” ditou que a sua presença iria ser duradoura. A banda apresentou na Galeria Zé dos Bois nos passados dias 12 e 13 de março, com ambos os concertos esgotados, o novo álbum, lançado no primeiro dia do mês, “Villa Soledade”. Será que, depois de um álbum aplaudido por todos, o agora trio iria superar-se a si…

  • Música,  Secções

    Houve Grammys, mas faltou o sal

    Ao contrário do habitual, a 58.º edição dos Grammys realizou-se na passada segunda-feira dia 15, em vez de ser emitida ao domingo. Quase uma semana depois, revemos aqui o que melhor e pior caraterizou a cerimónia, que prendeu ao pequeno ecrã 25 milhões de americanos, o número mais baixo de espectadores em seis anos. A pré-cerimónia, onde foram entregues a maioria dos prémios, sendo os mais importantes relegados para o grande palco (as quatro categorias consideradas principais e transversais são: Álbum do Ano, Canção do Ano, Gravação do Ano e Artista Revelação). Nesta cerimónia, nada de grandes surpresas: Kendrick Lamar a levar todos os prémios da categoria de Rap/Hip-hop com…

  • Música,  Secções

    Rihanna, o que é que andas a fazer da vida?

    24 de janeiro de 2015. Se a era mais confusa da Rihanna tivesse um nome, seria ANTI – o nome do seu oitavo álbum (à espera de ver a luz do dia) – e, se tivesse uma data de começo, seria a enunciada no início do artigo, que coincide com o lançamento de FourFiveSeconds, o primeiro single do novo trabalho da cantora, que conta com a ajuda de Kanye West e Paul McCartney. Até agora sem data de lançamento, porém, com uma capa, ANTI tem sido desenvolvido desde 2013, um ano depois de ter sido lançado Unapologetic, o seu último álbum. Aliás, para quem desde 2005 lançara um álbum todos…

  • Música,  Secções

    #YearInMusic. 2015: um ano de explosões e ascensões.

    2015 trouxe-nos muita coisa: o regresso de Bruno Mars, que pôs toda a gente a dançar ao som de Uptown Funk¸ parceria com Mark Ronson; o terceiro álbum de Adele, que foi o primeiro álbum na história dos EUA a vender mais de três milhões de álbuns só na primeira semana; o lançamento do (último?) álbum dos Coldplay e o quase-lançamento do novo ANTI-álbum da Rihanna; o produtor Diplo com o seu toque de Midas, a trazer-nos duas das grandes músicas de 2015 (Where Are Ü Now e Lean On, que juntas têm só um bilhão de streams no Spotify). Drake tornou-se uma figura do rap internacional: as suas mixtapes…

  • Música,  Secções

    O Hiato dos One Direction… ou o fim?

    Cinco álbuns depois, os quais valeram mais de 35 milhões de álbuns e singles vendidos, uma das maiores boysband do mundo anunciou uma pausa de dois anos, a partir de 1 de janeiro do próximo ano. Harry, Niall, Zayn, Liam e Louis chegaram, individualmente, às audições da edição de 2010 do The X Factor britânico com o sonho de serem estrelas. O destino quis que estes sonhos rumassem numa única direção: a do sucesso. Apesar de ter ficado em terceiro lugar, a banda viria a assinar um contrato milionário com a SYCO, de Simon Cowell, e lançariam em 2011 o seu álbum de estreia Up All Night, que pôs todo…