Capital

Strudel, um chalé em Lisboa!

Hoje, fugimos directamente para o Strudel.

O Strudel podia ser só o tão badalado doce austríaco de massa folhada com maçã. Mas não. Ele é um café, padaria e restaurante localizado na Avenida Miguel Bombarda, junto ao Saldanha. Um café português que, fugido ao tradicional e pintado por madeira de pinho, tem o dom de nos transportar para um chalé nos Alpes. A explicação para este facto existe e prende-se nas viagens semanais que Pedro Névoa, um dos sócios, era obrigado a fazer a Alemanha em trabalho. Inspirado pela arquitectura dos nossos vizinhos europeus, quis trazer um pouco dessa experiência para Lisboa.

10805097_10204213043517785_1190173891_n

Desde mesas corridas a individuais ou até mesmo a sofás, ali todos os elementos de um possível trabalho de grupo têm lugar. Com acesso a wi-fi para quem prefere levar o portátil ou o tablet, ainda sobra espaço para livros e saborear tudo o que o espaço tem para nos oferecer. A ementa para os almoços passa sempre pela sopa do dia, prato principal, salada e sumos naturais, sem esquecer os eternamente apaixonados por hambúrgueres. Durante a tarde serve-se chás que podem ser acompanhados por scones, croissants, tostas, ou claro, como se não fosse previsível, pelo próprio Strudel, que dá nome ao espaço. Escusado será dizer que qualquer variante de café também estará presente sempre que o Strudel Hot Chocolate não for suficiente para nos confortar (ou acordar).

10805360_10204213043597787_699219310_n

Lá tudo parece ter sido pensado ao pormenor. No extremo oposto à montra onde se instala a dúvida entre as tão desejadas iguarias, encontramos um balcão virado para o exterior. Um balcão para os mais introspectivos que, através da fachada em vidro, têm a oportunidade de reparar em estilos e maneiras de estar. Pormenores que, por vezes, são tão subvalorizados devido à confusão diária da capital mas que nem por isso perdem o seu encanto.

10814131_10204213043557786_1259479302_n

Sem inox à vista e iluminado por candeeiros de cobre caídos pelo tecto, o ambiente torna-se naturalmente cozy, sem nos sacrificar o tão estimado conforto de casa. Ideal para uma boa manhã ou tarde de estudo, Strudel adapta-se perfeitamente às necessidades académicas e ao mercado nacional mesmo fugindo à regra. E tão bom que é poder fugir à nossa regra.

Avatar

Estudante na Escola Superior de Comunicação Social, optou pela vertente Audiovisual e Multimédia. Porque comunicar não se rege apenas de meios, mas sim de paixões e sem querer colocar a escrita de lado, fundou "The Brunette Lingerie", um blog de convicção íntima e um pouco de senso (às vezes). Hoje, faz da escrita um desafio diário, mas acima disso fá-lo porque gosta e porque a vontade de se expressar não se esgota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *