• Grande Reportagem

    A Vida Depois da Reforma

    Sessenta anos e quatro meses é a idade normal de pedido de isenção estabelecida pelo Estado português para 2018. Após a aprovação da candidatura, chega todos os meses uma pensão e há tempo de sobra. É o momento de tomar um novo rumo. O que fica depois de anos de trabalho e o que há para fazer? Acorda todos os dias mais cedo do que no período em que trabalhava. Às 8h, Rosa Azevedo, já está no hospital de Santo António, no Porto, para entregar o pequeno-almoço aos doentes que vão às consultas. Além deste serviço, Rosa, de 73 anos, também dá auxílio nas urgências e na ala oncológica. Entrou…

  • Atualidade

    Espanha aprova mina de urânio perto da fronteira sem consultar Portugal

    Espanha acaba de licenciar a exploração de uma mina de urânio em Retortillo, a cerca de 40 quilómetros da fronteira com Portugal, sem consultar o Estado português nem fazer o estudo de impacto ambiental transfronteiriço. O empreendimento já está a ser planeado na comunidade de Salamanca pela empresa australiana Berkeley, a quem foi concedida a exploração da mina em 2014. Neste tipo de minas a extração é a céu aberto. O início da construção está planeado para 2019. A delegação dos deputados da Comissão de Ambiente da Assembleia da República, que visitou esta segunda-feira o local onde nascerá a mina, encontrou um estaleiro montado e trabalhos de desmatação e de…

  • Opinião

    A 4 Mãos: Palavra-chave: reformar

    Uma rubrica de Opinião escrita a quatro mãos por Maria Moreira Rato e Marcos Melo Marcos Melo (MM): A OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico) apresentou, há dias, as conclusões de um estudo, encomendado pelo Governo, que se debruçou sobre o estado da arte do Ensino Superior e da Ciência portugueses. É de sublinhar que a última avaliação deste tipo aconteceu há uma década. Dessa resultou o RJIES (Regime Jurídico das Instituições de Ensino Superior), documento que regula, até hoje, a atuação das Universidades e dos Politécnicos. A avaliação, levada, agora, a cabo pela OCDE, apresenta algumas conclusões, das quais destaco: Até 2030, o país deverá duplicar o…

  • Atualidade

    Catalunha vai a votos: sim ou não à independência

    Dia 1 de outubro é dia de a Catalunha, comunidade autónoma de Espanha, ir a votos. Apesar de o Tribunal Constitucional espanhol ter declarado o referendo pela independência catalã ilegal, o governo regional continua a considerá-lo legítimo. Apesar de a lei do referendo ter sido aprovada com 72 votos a favor, nenhum contra e 11 abstenções, a verdade é que no momento da votação estavam apenas 83 dos 135 deputados presentes no parlamento, isto porque os socialistas catalães (PSC), o partido Ciudadanos e os conservadores do PP abandonaram o hemiciclo para não darem cobertura àquilo que declararam como uma “ilegalidade”. Contudo, poucas horas depois, o presidente da Generalitat, governo independentista…

  • Opinião

    O bom, o mau e o laico

    Esta crónica é escrita ao abrigo do novo acordo ortográfico   Como ateu quase militante seria fácil para mim criar toda uma revolta imaginária em relação à tolerância de ponto concedida pelo governo aquando da vindoura visita do Papa. Também poderia com uma hipocrisia inocente fechar os olhos a este bombom dado pelo Estado Português aos trabalhadores do setor público. Pois bem, creio ter encontrado um consenso agradável entre ambas as posições. O Papa, independentemente de ser o Francisco, o Manuel, ou o Zé Carlos, é mais do que um mero CEO da igreja católica apostólica romana. A verdade é que este é uma figura que ultrapassa o espectro religioso…

  • Atualidade,  Informação

    Escolas públicas com capacidade para receber alunos do privado

    O Ministério da Educação reafirmou esta quinta-feira que as escolas públicas têm capacidade para acolher os alunos de colégios privados. O corte no financiamento para novas turmas em início de ciclo afeta 39 estabelecimentos privados e cooperativos com contratos de associação já no próximo ano letivo. No mesmo dia em que o Governo comemora 6 meses no poder, o Ministério da Educação (ME) anunciou que as escolas públicas poderão receber os alunos que frequentam atualmente colégios particulares e estabelecimentos cooperativos. O ME analisou várias escolas públicas localizadas num raio de até 10 quilómetros dos colégios privados, concluindo que existe abertura para receber mais alunos após a análise do número de…

  • Opinião,  Secções

    Portugal não é laico

    Aquando da vossa leitura deste artigo, a probabilidade de Marcelo Rebelo de Sousa ter sido eleito Presidente da República Portuguesa à 1ª volta é extremamente alta. O Professor com P grande é um indivíduo justo, honesto e imparcial. Um homem coerente nas suas posições e um grande defensor da laicização do estado, aquela que eu considero ser uma das mais importantes virtudes políticas, como podemos observar neste belo vídeo que aqui vos deixo: Quod erat demonstrandum, todas as características que lhe apontei verificam-se. Um grande defensor da liberdade de expressão e do arquétipo democrático – um verdadeiro Je suis Charlie dos anos 90. Deixando a ironia de lado por um…

  • Opinião

    Precisamos de um psiquiatra

    Somos limitados. É algo enraizado na nossa essência; algo que vai muito para além da geografia: somos pequenos porque a nossa mentalidade é pequena. Temos o campo de visão limitado pelo excesso de interesse que demonstramos ter por nós próprios. Não há maneira fácil de o dizer: somos um país egocêntrico. O nosso enfoque é quase sempre nacional, delimitado pelas nossas fronteiras físicas e pela clausura da nossa psique: as crises internas, os escândalos internos, a economia interna. Padecemos do “síndrome da cortiça”. Paradoxalmente, o nosso povo sempre foi adjetivado como anémico. Tudo está mal. Todos conspiram contra todos. Somos a prova viva da esquizofrenia. O Governo é parasítico, mas…

  • Opinião

    A galinha dos impostos de ouro

    Um dos meus princípios como esquerdista é a forte crença na forma como se deve gerar a riqueza: de baixo para cima. O capital produz-se pelo aumento do poder de compra da população e pela soma das pequenas contribuições de todos nós. Mais dinheiro na classe média equivale a mais consumo, a mais receitas para o Estado, a um aumento galopante do produto económico do país, à criação de empregos e infraestruturas, a um aumento da qualidade de vida da população, que, consequentemente, equivale a um maior consumo… ad infinitum. É um sistema esteticamente belo, inclusive, visto que acaba por ser a metáfora para o mundo todo de mãos dadas,…