• Opinião

    Confirme que não é um humano

    Quando estamos a criar uma conta numa rede social ou em alguns sites, num dos momentos é-nos pedido que confirmemos que não somos um robot, e é óbvio que é efetuado um scan rápido para averiguar a nossa resposta. Para além disso, há uns anos, quando as pessoas ainda só faziam suposições em livros, séries ou até programas de rádio, ninguém imaginava chegar a este estado de evolução. A nossa sociedade tornou-se muito mais dinâmica e globalizada através das tecnologias de informação, o que pode ser visto como um fator ambíguo – ora é positivo porque une culturas ora é negativo porque os estereótipos circulam por todo o mundo –,…

  • Música

    É a pronúncia do norte

    Assumem-se como Grupo Novo Rock, mas o pop tem estado cada vez mais presente nas suas músicas. No ano em que comemoram 34 anos, os GNR apresentam — finalmente — um novo álbum de originais. Caixa Negra chegou às lojas no dia 23 de Março e traz de volta Rui Reininho e companhia, numa nova fase do grupo do Norte. Formaram-se em 1981, no ano em que “Portugal na CEE” foi editado. A voz era de Alexandre Soares, mas, em Setembro do mesmo ano, Soares passou a ser apenas o guitarrista de serviço e deu lugar a Rui Reininho. Experimentavam vários estilos, mas era no rock que queriam estar. Em…

  • Música

    Capicua, hip-hop no feminino

    Ana Matos Fernandes ou, ainda se preferirem, Capicua, conhecida pela atitude feminista que expressa através da música e pela forma como trata as palavras, é uma presença que está a ganhar cada vez mais relevância no hip-hop em Portugal. A temática da desigualdade de género é a base do seu trabalho e “de cara lavada” (in Mão Pesada) compõe versos que funcionam como sinais de afirmação. Algumas das participações em músicas, como Aline Frazão e Gisela João, servem ainda para reforçar estes princípios. Independentemente de considerar que este é um “mundo de homens”, a realidade é que após o seu sucesso em 2014 é-nos apresentado um novo álbum de remisturas…

  • Literatura

    Entrevista: Mary Simses

    Da pequena localidade de Darien, no estado do Connecticut, EUA, Mary Simses passou a ser uma autora reconhecida um pouco por todo o mundo. O seu primeiro livro, The Irresistible Blueberry Bakeshop & Café, já está à venda em vários países. Enquanto o livro não chega a Portugal, a ESCS MAGAZINE dá-te a conhecer um pouco mais da autora que trocou o Jornalismo pelo Direito e se tornou escritora. O que lhe deu a ideia de The Irresistible Blueberry Bakeshop & Café? A ideia para o livro veio de algo que ouvi na rádio. Uma mulher contou uma história sobre a sua avó que tinha morrido e sobre como, pouco…

  • Música

    Para os meninos Foo Fighters, uma salva de palmas!

    Pois é! Já passaram 20 anos! Não sei quanto a vocês mas, da minha parte, já se fazia uma festa com direito a bolo. Enquanto espero pelo convite, que tenho a certeza de que deve estar mesmo a chegar, deixem-me falar-vos destes 20 anos de uma das bandas mais influentes da actualidade. Contextualizando: 5 de Abril de 1994. Kurt Cobain, vocalista dos Nirvana, comete suicídio em Seattle, ditando o quase obrigatório fim da carismática banda. Por muitas vezes Dave Grohl e Krist Novoselic disseram que, sem o líder Cobain, não fazia sentido continuar o trabalho da banda. Dave Grohl chegou a ponderar deixar a música de parte — vamos tirar…

  • 7ª Arte

    As 50 sombras de mediatismo

    A verdade nua e crua é que ninguém passou ao lado da estreia deste filme! Em todos os meios noticiosos – e não só- se discutia a história de Anastacia Steele (Dakota Johnson) e Christian Grey (Jamie Dornan). Inspirado no livro com o mesmo título, este filme encheu salas de cinema. Mas será isso fruto do mediatismo? Sim, acho que sim.   Para ajudar a sua companheira de quarto, que se encontra doente, Anastasia Steele (Dakota Johnson) entrevista o rico, poderoso e famoso Mr. Grey (Jamie Dornan). O par sente-se imediatamente atraído. Acontece, porém, que Mr. Grey é misterioso quanto ao seu passado não muito agradável e tem gostos muito…

  • Literatura

    E agora leio o quê?

    És daquelas pessoas que adora ler mas que nunca consegue decidir aquilo que quer ler? Existem vários sites onde podes aceder a milhares de sugestões baseadas naquilo que leste ou naquilo que os teus amigos leram, como o Goodreads, ou baseadas naquilo que compraste recentemente. E, entretanto, surgiu o What Should I Read Next?. O que é o What Should I Read Next?, perguntam vocês. Ora bem, é um site com duas vertentes: numa delas, basta pesquisarem o título ou o autor do livro que estão a ler e imediatamente vos são sugeridos uns quantos livros do género que podem ser do vosso interesse. Depois, têm a hipótese de criar…

  • Literatura

    Desenhador de Palavras: As 50 Sombras de E. L. James

    2012 foi um ano de viragem na vida de E. L. James. A autora passou de uma desconhecida ex-produtora televisiva a autora de best-sellers. Erika Leonard James nasceu em Londres a 7 de março de 1963 e sempre sonhou escrever histórias pelas quais os leitores se apaixonassem imediatamente.Começou por escrever fanfictions da saga Crepúsculo, também best-seller. Na altura usava o pseudónimo “Snowqueen’s Icedragon” e foi aí que começaram a surgir os primeiros rascunhos daquilo que viria a ser o primeiro romance de E.L., 50 sombras de Grey. “A vida não é uma prova de vestidos”, escreve no seu site oficial, onde defende que se deve lutar pelos sonhos pois também…

  • Música

    Março é o mês dos Linda Martini

    Os fãs dos Linda Martini podem dizer adeus à tristeza: a banda vai reeditar dois EPs e dois álbuns em vinil e CD…e, com isso, vêm também concertos um pouco por todo o país. É já em Março que os EPs Linda Martini e Marsupial e os álbuns Olhos de Mongol e Casa Ocupada vão ganhar uma nova vida. Os EPs estarão disponíveis em vinil duplo e os álbuns em CD e vinil. Mas as reedições nunca vêm sós e, por isso, para as promover, a banda lisboeta irá terminar Março com seis concertos, três deles no Musicbox, em Lisboa. As datas são: 19 de Março: Vila Real, no Teatro…

  • 7ª Arte

    Neil Patrick Harris, o versátil

    Muitos conhecem-no apenas como “Barney Stinson” da série Foi Assim Que Aconteceu, mas Neil Patrick Harris é muito mais que uma personagem: verdade seja dita, é um dos artistas mais versáteis e carismáticos que Hollywood (e o mundo) já viu. Não fosse isso razão suficiente para o conhecermos melhor, Harris foi escolhido para apresentar a próxima edição dos Óscares! Nasceu em Albuquerque (Novo México) a 15 de Junho de 1973 e foi criado na pequena cidade de Ruidoso (também no Novo México). O seu interesse por representação começou cedo quando no quarto ano representou “Totó” numa produção de O Feiticeiro de Oz. Quando estava num acampamento para actores (pequenos actores,…