• Grande Reportagem,  Informação

    Muitas decisões para um País

    Duas semanas de campanha, apelos à maioria da coligação de um lado, apelos à maioria do Partido Socialista do outro. A esquerda reivindicava uma mudança. Todos lutaram por um voto a mais. Dia 4 de Outubro os portugueses falaram e negaram maiorias. O PAN elegeu um candidato, o Bloco de esquerda quase que triplicou o número de deputados e é a terceira força política. Dia 4 de Outubro os portugueses falaram e decidiram: nem a coligação PàF nem o PS mereciam a maioria. Dos 16 partidos que foram a votos, tudo apontava para a entrada de um novo partido no Parlamento: o Partido Livre-Tempo de Avançar, comandado por Rui Tavares,…

  • Opinião,  Secções

    O Anarquista Que Queria ser Rei

    Nisto não há vencedores ou vencidos. Há fações ideológicas com mais representantes e outras com menos. Um governo saudável, um parlamento saudável, não tem maiorias de nada: tem uma ampla representatividade daquelas que foram as escolhas do país. Ninguém ganha legislativas, ninguém perde legislativas. Um governo minoritário (do centro) seria a melhor coisa que podia acontecer a este país. Um executivo com pouca representação partidária, sem aficionados, sem perversidades fanáticas e bimacrocefalias exageradas, vigiado por duas grandes oposições – uma à esquerda e outra à direita –, terá as melhores condições para governar com isenção. Porém, vejam só, este país longe está de uma utopia. E por dela tão longe…

  • Opinião,  Secções

    Eleições legislativas: um ano de interregno

    Um ano de interregno, sim. É esse, na minha opinião, o resultado das eleições legislativas do passado dia 4 de outubro. Porquê? Já lá iremos. Contudo, quero começar este artigo por identificar aqueles que, no meu entender, são os grandes vencedores e derrotados do ato eleitoral do passado domingo. Primeiro, e penso que é consensual dizê-lo, a coligação PaF (PSD/CDS) foi o inequívoco vencedor. Apesar de uma queda de quase 15 pontos percentuais, Pedro Passos Coelho e Paulo Portas conseguiram fazer aquilo que há um ano era impensável: ganhar as eleições legislativas. Se esta vitória tem uma grande quota parte de culpa do Partido Socialista? Sim, sem dúvida, mas isso…

  • Atualidade,  Informação

    Coligação à procura de estabilidade junto do PS

    O acordo governamental entre PSD e CDS-PP foi feito esta manhã, mas a preocupação com a estabilidade governamental dos próximos quatro anos mantém-se. António Costa foi convidado pelos líderes da coligação para uma reunião de consenso sobre a governação. O líder socialista reúne-se ainda nos próximos dias com CDU e BE. No rescaldo das eleições legislativas de domingo PSD e CDS têm agora uma série de decisões a tomar. A assinatura do acordo de Governo foi realizada na manhã desta quarta-feira, onde Passos Coelho pediu aos partidos políticos que ponham de lado as diferenças políticas, em especial o PS, que recebeu já o convite para uma reunião que se espera…

  • Atualidade,  Informação

    Um dia de Campanha Eleitoral – 1 de Outubro de 2015

    [cycloneslider id=”um-dia-de-campanha-eleitoral-1-de-outubro-de-2015″] No dia 1 de Outubro, a ESCS MAGAZINE, juntamente com o número f, saiu à rua para ir fotografar o Comício de encerramento da campanha do Partido Livre. Foi ainda neste dia que se realizou a entrevista a Duarte Pacheco, do PSD, no estúdio da ESCS FM. Legislativas 2015. A nossa informação, a tua decisão! Fotografia: Bárbara Mota, Jessica Espada e Joana Gregório. Edição: Jessica Espada e Mariana Lamas.

  • Atualidade,  Informação

    Jornal de Campanha – 1 de outubro de 2015

    O mês de Outubro começou com uma enorme surpresa, que não irá deixar ninguém indiferente, visto que a Marktest divulgou uma sondagem com a maior amostra legislativa, abarcando um total de 1.607 pessoas. A verdade é que, segundo esta sondagem, a PáF poderá obter 41% dos votos enquanto o PS irá ter apenas 28,6%, podendo haver, assim, uma maioria absoluta para a Coligação “governada” por Passos Coelho e Paulo Portas. Para além disso, ainda dentro desta sondagem, há referência para quatro dados importantes, nomeadamente: a PáF tem uma maior percentagem de votações no Interior Norte (50%); o PS, devido à influência de António Costa, arrecada 31,4% de votações na Grande…

  • Atualidade,  Informação

    O que estava o Duarte Pacheco a fazer na ESCS esta tarde?

    Viste o deputado do PSD, Duarte Pacheco, na ESCS e achaste que estavas a alucinar? Não estavas! Ele esteve no estúdio da ESCS FM numa conversa informal. Licenciado em economia, Duarte Pacheco é secretário da Mesa da Assembleia da República e membro efetivo da Comissão de Orçamento, Finanças e Administração Pública (COFAP), no âmbito da qual é coordenador do grupo parlamentar do PSD. A ESCS FM, em parceria com a ESCS MAGAZINE, tem realizado ao longo desta semana várias entrevistas e jornais de campanha, a fim de te manter sempre informado sobre aquilo que está a acontecer no país na semana que antecede as Eleições. Hoje foi o dia de…

  • Atualidade,  Informação

    Um dia de Campanha Eleitoral – 30 de Setembro de 2015

    [cycloneslider id=”um-dia-de-campanha-eleitoral-30-de-setembro-de-2015″] No dia 30 de Setembro, a ESCS MAGAZINE, juntamente com o número f, saiu à rua para ir fotografar o Comício do Bloco de Esquerda, em Almada. Foi ainda neste dia que se realizou a entrevista a Alma Rivera, da CDU, no estúdio da ESCS FM. Para ouvires a entrevista basta acederes ao Mixcloud da ESCS FM aqui: https://goo.gl/HtXpFc Legislativas 2015. A nossa informação, a tua decisão! Fotografia: Bruno Fragata e Diogo Vieira. Edição: Mariana Lamas.

  • Atualidade,  Informação

    Jornal de Campanha – 30 de Setembro de 2015

    O candidato do Partido Unido de Reformados e Pensionistas (PURP), António Mateus Dias, apelou esta quarta-feira aos idosos para “abrirem os olhos” e não caírem nas “promessas falsas” dos principais partidos. Numa acção de campanha em Alcântara, o líder do partido disse à Lusa que, do contacto que tem tido com as pessoas, “há muita gente descontente e que quer uma mudança”; “pensamos que alguma coisa irá acontecer”. Ainda por Lisboa, o líder da Coligação Democrática Unitária (CDU), Jerónimo de Sousa, afirmou que quer evitar falar do PS para não lhe provocar “nervos” antes da eleições. “Não vou falar do PS outra vez, depois vocês transmitem isso e o António…

  • Atualidade,  Informação

    “É uma voz que desconcerta”

    Num tecnicamente elegível sexto lugar pelo círculo de Lisboa da CDU, Alma Rivera, 23 anos, pode vir a ser a mais jovem deputada do Parlamento. De piercing no lábio, promete romper com a “ideia feita” de que os comunistas estejam presos no passado Alma Rivera, que aproveitou a ida à Escola Superior de Comunicação Social (ESCS) para distribuir alguns folhetos da Juventude Comunista Portuguesa (JCP) no campus de Benfica do Instituto Politécnico de Lisboa (IPL), chegou sorridente ao estúdio da ESCS FM, onde, em colaboração com a ESCS MAGAZINE, sob o olhar atento do seu “grupo parlamentar”, apresentou não só as ideias que defende, mas também quem é. Recentemente licenciada…