• Atualidade

    Negligência da EDP pode estar na origem de um dos maiores fogos de 2017

    O fogo da Lousã, em outubro de 2017, teve causa negligente e a origem pode resultar do não cumprimento pela EDP do regulamento de segurança das linhas elétricas, segundo o relatório técnico entregue esta terça-feira, no parlamento. Um dos documentos do relatório da Comissão Técnica Independente – que tem como fonte o Sistema de Gestão de Informação de Incêndios Florestais do Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (ICNF) – afirma que a causa do fogo que começou a 15 de outubro na Lousã, e se alastrou a nove concelhos, é negligente e tem como origem as linhas elétricas. “A ignição com origem nas linhas elétricas, neste caso particular em…

  • Atualidade

    Senado aprova, em Madrid, o artigo 155º e parlamento catalão proclama independência

    O Senado espanhol aprovou, esta sexta feira, o artigo 155º da constituição espanhola. Em resposta, o parlamento catalão proclamou a independência catalã com 70 votos a favor, 10 contra e 2 em branco. O presidente da Comissão Europeia já reagiu aos acontecimentos. Ainda é um acontecimento recente, mas já é seguro afirmar que Mariano Rajoy (presidente do governo espanhol), atuará no sentido de punir os atos inconstitucionais do governo da Generalitat (governo da região autónoma da Catalunha). O governo espanhol irá fazer-se valer do artigo 155º da constituição de Espanha. O governo catalão, mesmo sabendo das pretensões do Senado espanhol, aprovou a declaração de independência com cerca de 90% dos…

  • Atualidade

    Moção de censura apresentada pelo CDS-PP chumbada

    A moção de censura ao Governo apresentada pelo CDS-PP foi esta terça-feira rejeitada na Assembleia da República com os votos contra do PS, BE, PCP, PEV e PAN. Só os centristas e o PSD votaram a favor. A moção de censura ao Governo apresentada pelo CDS-PP foi chumbada esta terça-feira no Parlamento – só o PSD e o CDS-PP votaram a favor. Esta foi a primeira vez que o XXI Governo Constitucional, encabeçado por António Costa, foi confrontado com uma moção de censura desde que entrou em funções – em novembro de 2015. No debate da moção de censura – que durou cerca de três horas e meia – a presidente do CDS, Assunção Cristas, afirmou que o…

  • Atualidade

    O Novo Banco em debate na Assembleia da República

    Troca de acusações, a solução de venda do Novo Banco, a posição de Mário Centeno: esta quarta-feira foi dia de debate parlamentar. Em discussão na Assembleia da República, o Novo Banco foi o centro das atenções. O Ministro das Finanças, Mário Centeno, afirma que a ideia da opção pela venda de 75% do Novo Banco ao fundo norte-americano Lone Star e a manutenção de 25% no Fundo de Resolução foi “o melhor negócio possível perante as circunstâncias concretas”. Cinco dias depois do anúncio do acordo com a empresa Lone Star para a venda do Novo Banco, o Bloco de Esquerda levantou o tema pedindo a “nacionalização do banco”. As reações…

  • Atualidade

    Ataque em Londres considerado “atentado terrorista”

    Cinco pessoas morreram e cerca de quarenta ficaram feridas em consequência de um ataque junto ao Parlamento Britânico em Westminster, no centro de Londres. O ato foi considerado pelas autoridades como atentado terrorista. O alerta foi dado na passada quarta-feira depois de um suspeito ter sido identificado perto dos portões do Parlamento com uma arma branca e de ter esfaqueado Keith Palmer, um polícia de 48 anos de idade e 15 de serviço, no interior do Parlamento, o qual acabou por não resistir aos ferimentos. Segundo testemunhas no local, Tobias Ellwood, ministro britânico dos Negócios Estrangeiros, terá sido a primeira pessoa a assistir o polícia esfaqueado. Depois do alerta de…

  • Atualidade,  Informação

    Nova lei do tabaco debatida no parlamento

    O parlamento discute hoje, quarta feira, a proposta de lei do governo para aumentar as restrições aos fumadores, onde se prevê a proibição de fumar cigarros eletrónicos nos locais já interditos ao tabaco tradicional e fumar a cinco metros de estabelecimentos de saúde e educação. É hoje debatida no parlamento a proposta de lei que visa proibir o fumo, a menos a cinco metros, de portas e janelas de hospitais, centros de saúde, consultórios médicos e farmácias, tal como de creches, lares de infância e juventude, centros de ocupação e tempos livres, parques infantis e colónias de férias. A lista de locais ao pé dos quais passa a ser proibido…

  • Atualidade,  Informação

    «Fora, Dilma»: a vontade brasileira da demissão de Dilma Roussef

    Milhões de brasileiros saíram à rua num protesto para pedir a demissão de Dilma Roussef. «Fora, Dilma» foi um das frases que se pôde ouvir numa manifestação também contra Lula da Silva e o Partido dos Trabalhadores. Os dados apontam para perto de 4 milhões de manifestantes por todo o Brasil. Para se ter uma noção, é como se quase metade da população portuguesa tivesse saído à rua. De norte a sul do país, pedia-se pela demissão da atual Presidente, Dilma Roussef, mas as críticas foram também apontadas para Lula da Silva e o Partida Trabalhista. Ouviram-se frases como «Cadeia para Lula, cadeia para o PT» ou «Dilma Fora, já!»…

  • Atualidade,  Informação

    Redução da Sobretaxa do IRS avança com luz verde

    A redução da Sobretaxa do IRS foi aprovada na Comissão de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa, com votos de PS, PCP e BE. A proposta dos socialistas foi aceite após alguma renitência por parte do Partido Comunista. O assunto da redução da sobretaxa do IRS parece ter ficado resolvido antes do Natal: no próximo ano, a redução da sobretaxa passará a ser progressiva, mediante o rendimento dos contribuintes. Até ao momento, todos pagavam 3,5% de sobretaxa, mas esse valor desce agora para 1% para cerca de 1 milhão de famílias, já a partir do próximo dia 1 de janeiro. Esta proposta, por parte dos socialistas, não foi totalmente aceite pelo…

  • Atualidade,  Informação

    PSD e CDS unem-se contra o novo Governo

    O Partido Social Democrata (PSD) e o Centro Democrático Socialista (CDS) vão unir esforços para combater o novo governo, formado pelo Partido Socialista (PS), e vão apresentar uma moção de rejeição ao programa do governo já nesta quinta-feira. Amanhã o dia é recheado em São Bento. Na ordem do dia vai estar a discussão do programa do governo socialista e, também, a moção de rejeição levada a cabo pelos partidos da ala à direita, PSD e CDS. A decisão foi tomada hoje, numa reunião que durou três horas. Paulo Portas, líder do CDS, já tinha decidido avançar também com uma moção de rejeição ao governo liderado por António Costa, mas…