• Opinião

    Revisitando Donald Trump

    Este artigo é escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico Está na altura de voltarmos a falar do político mais interessante do mundo. Não, não é o Tino de Rans, se bem que este oferece uma concorrência apertada. Estou a falar do nosso querido amigo Donaltim! Aquele que nos faz ter saudades do George W. Bush, sabem? E então, por onde tem andado o nosso amado Donald Trump? Sem ser, é claro, pelo número recordista de viagens a campos de golfe. Um aparte: peço-vos para visitarem o site www.trumpgolfcount.com. É uma deliciosa dissecação dos dispêndios públicos daquele que é o hobby principal deste Presidente. Antes de mais temos o saboroso…

  • Opinião

    Cisgénero, vegan, Non-binary e outras nomenclaturas

    Disclaimer sobre a crônica a seguir: alguns parágrafos refletem minha real opinião sobre o assunto, outras não. Algumas coisas serão ditas por serem meramente engraçadas (para mim) ou intencionalmente provocadoras. Enjoy! Era uma sexta-feira chuvosa. Estava com minha amiga Jéssica num restaurante a divagar sobre a vida, quando o atendente de mesa se aproxima e pergunta, com uma alegria no olhar de quem trabalha todos os dias nessa profissão tão gratificante, o que gostaríamos de comer. – Bom, eu não como carne ou derivados de animais. Há dois meses tornei-me vegan, então gostaria de alguma opção na ementa sem qualquer tipo de crueldade animal – respondeu Jéssica. Engraçado que o…

  • Opinião,  Secções

    Preguiça

    Esta crónica é escrita ao abrigo do novo acordo ortográfico Depois de ouvir os doces comentários de um youtuber acerca de como todas as doenças mentais são “uma grande treta inventada por essa malta esquerdista”, senti-me inspirado a escrever esta crónica. Admito a tentação, mas não vou deixar aqui o link do vídeo, apenas por não querer que essa “obra-prima” receba mais visualizações. Portanto, senhor vlogger, dê-me um bocadinho da sua atenção, se faz favor. Há uma diferença clara entre as patologias mentais e as doenças físicas – aquilo que designo por hipersubjectividade. A experiência de um doente psiquiátrico é estritamente solitária. Sim, claro que a dor de um doente…

  • Opinião,  Secções

    Vítima do Sistema

    Antes de começar, há que pedir desculpa aos excelsos três leitores que me leem pela prolongada ausência. Fui, pois, como seria de prever, detido pelas forças secretas da polícia portuguesa no dia imediatamente após ter defendido com veemência exemplar a existência do Estado Islâmico na sua área de influência. Desde então, estive sob coação da CIA, em Cuba, na prisão que o presidente Obama prometeu encerrar, mas que, por na verdade ele não ser nem de perto o homem mais poderoso do mundo, ainda tem T0 para arrendar a todos aqueles que ponham em causa a ordem mundial proliferada pelos sempre isentos media ocidentais. Como o desemprego faz parte do…

  • Opinião,  Secções

    Políticos de bancada

    Quando eu era mais pequena, a minha mãe costumava falar muito sobre treinadores de bancada. (Agora já não fala tanto porque a única equipa de que gosto verdadeiramente é o Barcelona e ela não acompanha equipa nenhuma que não seja o Benfica. Conflito de interesses. Adiante.) Não sei se alguma vez entendi verdadeiramente o conceito até começar a prestar atenção à política. Claro, agora podiam perguntar-me o que é que o futebol tem a ver com a política e eu podia responder “não tem absolutamente nada a ver mas eu precisava de um assunto para a crónica” que tudo continuaria a fazer sentido. Porque a verdade é que, hoje em…

  • Opinião,  Secções

    Clubes políticos: qual o seu?

    O campeonato das eleições já passou. Todos os analistas, comentadores e toda uma panóplia de especialistas dissecaram o tema de todos os ângulos possíveis. O resultado é sempre o mesmo. Alguém ganhou, perdeu ou não se sabe ao certo, mas não é sobre isso que pretendo debruçar. A mim, particularmente, fascina-me a aceitação geral das constantes analogias entre os partidos políticos e os clubes de futebol. O amor incondicional que se cria pelo partido é, no mínimo, perigoso quando se trata de gerir um país. As eleições são perfeitas para vislumbrar a loucura em que a política se tornou. Os partidos viraram autênticas claques. Com as suas bandeiras e os…

  • Opinião,  Secções

    O aparente paradoxo

    Pobres que votam na direita. É estranho, não é? Alguém apoiar um espetro partidário que vai contra os seus interesses? Desde o começo da minha puberdade política me questionei sobre isto. Será preconceito meu? Incompreensão das posições conservadoras? Escapa-me qualquer pormenor, certamente. Não consigo acreditar que a iliteracia populacional seja assim tão devastadora. A direita, defensora dos cortes no IRC e do alívio fiscal nas altas classes económicas, aliada das privatizações e do retrocesso social e amiga do peito dos “gatos-gordos” de Wall Street, entra em direto conflito com os interesses da classe média. Há algo que absolutamente não encaixa nisto tudo. Como podem os republicanos ter qualquer base de…

  • Opinião

    O Rei Tirano

    O que vos trago hoje não é, ao contrário do que se possa supor à primeira vista, uma lição de história, nem tão pouco uma metáfora arrojadamente inserida num comentário político. Refiro-me a um rei, sim, ou pelo menos, a algo que possui tal denominação – o futebol. De forma justa? É isso que questiono aqui. Não é de hoje, não é de ontem, nem tão pouco mudará nos próximos tempos – se alguma vez -, mas não deixa de ser um assunto que carece de alguma reflexão. Em várias situações da vida, somos induzidos a sobrevalorizar determinadas coisas, e a subvalorizar outras. O futebol, como outros tantos temas que…

  • Opinião

    Instapinion? Não, obrigado.

    Muda-se de tudo menos de clube. Sempre ouvi dizer isto e concordo plenamente. Porquê? Porque dizer isto não é diferente do que dizer “muda-se de tudo menos daquilo que não interessa”. Clube aqui serve como metáfora, pelo menos para mim. Sejamos honestos, o futebol não interessa para nada. Eu adoro futebol mas sei que não deve ser um modo de vida ou razão para grandes chatices. É apenas um espectáculo como outro qualquer. Fico mais feliz ou mais contente, nada mais. Mas guardo este tópico para outra semana. Hoje o que interessa é o Instagram e o grilo falante. Sempre adorei falar sozinho. Em voz alta ou a pensar sou…

  • Opinião

    Média, Moda e Mediana

    Eu não percebo nada de moda. Ou melhor: o meu conhecimento da moda é um vácuo. Nada ao pé do que eu sei sobre o assunto ainda é alguma coisa. Eu só tenho três pensamentos no que à moda diz respeito. O primeiro é o de que não devemos fazer combinações com verde e castanho a menos que seja dia da árvore; o segundo é o de que as t-shirts pretas não fazem sentido. O preto atrai o calor, portanto só deveria ser usado em roupa de Inverno. A menos que venha com ar condicionado incorporado; o terceiro é o de que qualquer pessoa pode entender de moda. É precisamente…